O olho humano é capaz de identificar milhões de cores em uma tela de computador. Com tantas opções, entende-se a dificuldade em escolher as cores certas para utilizar em um painel de Business Intelligence. Apesar desta quantidade imensa, escolher as cores ideais não é algo tão complicado assim, desde que você siga algumas regras básicas de contraste.

Para fins práticos, podemos dividir as cores em pelo menos duas funções: interface e objetos de análise.


Cores para a interface

A interface é composta por todos os objetos “periféricos” da aplicação (chamo de periférico tudo que está em volta dos gráficos, tabelas e demais objetos de análise de dados).

A primeira coisa a se fazer é definir quais cores serão utilizadas na interface: botões, títulos, textos, fundo da aplicação, rótulos, abas, etc.

Estas cores devem seguir a paleta de cores da instituição, com base no seu logotipo.  Você pode descobrir as cores em código RGB através do manual de marca da instituição (junto ao departamento de marketing) ou, caso não exista manual, utilizar ferramentas online para gerar a paleta e identificar seu RGB, como a Palette FX (há outras dezenas de ferramentas online semelhantes).

No exemplo abaixo, utilizei o logotipo da Cluster na ferramenta Palette FX para gerar uma paleta de cores (a paleta gerada é demonstrada nas listras verticais ao lado do logotipo).

Cores para QlikView

A paleta de cores sugerida indica que se você pegar quaisquer cores indicadas, sua interface terá cores harmoniosas com o logotipo, e possivelmente dentro do padrão visual da instituição.

Escolha até 2 destas cores para utilizar na interface. (cabe ressaltar que o fundo da aplicação não deve seguir esta regra. Ele deve ser neutro, usualmente branco ou cinza claro)

Exemplo de uma interface (ainda sem os dados) utilizando duas cores da paleta sugerida, além de tons de cinza e branco:

Cores aplicadas ao QlikView

 

Cores para os objetos de análise

Já os gráficos e demais objetos de análise de dados não precisam obrigatoriamente seguir as cores do logotipo. Você pode optar em manter a paleta sugerida pelo QlikView. Porém, se preferir personalizar, basta escolher uma das cores mais fortes (as cores dos dados precisam ter maior contraste) identificadas anteriormente (por exemplo, o verde mais escuro) e gerar uma paleta a partir desta.

Para gerar esta paleta, anote o RGB do verde mais escuro (34,153,136) e insira o código no ColorSchemer.  Esta ferramenta online permite criar uma combinação grande de cores, como demonstrado abaixo.

qlikview-cores-2

Agora escolha pelo menos 4 cores a serem utilizadas nos seus gráficos.

qlikview-cores-3

Lembre-se que as cores para esta paleta precisam ser consideravelmente diferentes, para que os usuários consigam distingui-las facilmente.
Abaixo um exemplo de como ficaria a mesma interface, agora com os objetos de análise de dados seguindo estas cores.

qlikview-cores-PAINEL-2

No exemplo deste post, estamos tratando de cores qualitativas. Existem ainda paletas sequenciais e paletas divergentes, mas isto é assunto para outro post.

Saiba mais sobre nossa consultoria em design e visualização de dados para QlikView. Atendemos clientes de todo o Brasil, presencial ou remotamente.